segunda-feira, 25 de julho de 2011

Marta e Maria: a melhor parte.

          No capítulo 10 do Evangelho segundo escreveu Lucas, versículos 38 a 42, temos o relato de um  acontecimento, logo após o mestre ser recebido na casa de Lázaro.

A Bíblia nos conta que Marta estava distraída em muitos serviços e sua irmã Maria estava aos pés do ilustre convidado, ouvindo a sua palavra. Aquela, incomodada, pergunta: “Senhor, não te importas?” 

Imaginando uma situação oposta, se Maria perguntasse: Senhor, não te importas que minha irmã fique distraída? Qual seria sua resposta? Olha, sua irmã está fazendo um importante serviço, mas, ainda não aprendeu a estar mais atenta quando eu estou falando. Mas, irei ensiná-la...

Alguns, no afã de enfatizar a recomendação deixada naqueles cinco versículos, supervalorizam o posicionamento de Maria em detrimento do de Marta. Seria isso correto? O Mestre a teria reprimido tanto como alguns fazem?  São algumas perguntas...

Creio que o limite seja da sua “distração” e “ansiedade” com outras coisas lícitas e necessárias, contudo não mais importantes. Naquele momento, o mais importante era dar toda atenção para Jesus.

Alguns dizem que, naquele momento, ela estava exercendo o seu dom ou chamada. Teria alguma ferramenta dada por Deus que nos distanciam dEle? Ou, alguma ferramenta é mais importante que Ele?  Não.

Maria tinha escolhido a melhor e necessária parte...

Estaria falando de prioridades? Sim. Qual tem sido a nossa? Precisamos responder com sinceridade.

Na epístola de Paulo aos Colossenses, no capítulo 3 e versículo 23, diz: “E, tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo coração, como ao Senhor e não aos homens.” Assim, as nossas atividades diárias devem estar centradas nEle e assim estaríamos também aos pés do Mestre. Mas, quando tivermos a oportunidade de estar com Ele, não devemos desprezar. Ou, quando Ele estiver falando conosco, deixemos tudo. Estamos atentos a isso?

Marta queria a ajuda de sua irmã. Estava, sozinha, realizando todo o trabalho. O seu pedido era justo.  Entretanto, Deus tinha algo mais sublime a ensinar.
                              
Escolhamos pois a melhor parte! 




Nenhum comentário:

Postar um comentário