sábado, 1 de outubro de 2011

Balaão e a sua jumenta.

Os midianitas (filhos de Abraão depois da morte de Sara) e moabitas se reuniram para discutirem a sobre o perigo da aproximação do povo de Israel de suas possessões.  Balaque rei dos moabitas, povo descendente de Ló, parente de Abraão, mas inimigo do povo de Deus e segundo Ele, não deveriam jamais entrar na congregação de Israel.

     Balaque mandou chamar Balaão da Mesopotâmia, na origem dos povos – profeta do Deus altíssimo, mas que não morava com Israel. Por quê? Amaldiçoar aquele povo. 

       Ele não poderia procurar um profeta de Deus para saber o que deveria fazer para ser abençoado?

O versículo 7 do capítulo 22 do livro de Números relata a ida dos anciãos midianitas e moabitas, com o preço dos encantamentos nas mãos, dizendo as palavras de Balaque para Balaão e ficam ali uma noite.

          A palavra de Deus para Balaão foi: ”Não irás com eles, nem amaldiçoarás o povo, pois é bendito.” Aqui já não estaria encerrada esta situação? Nem precisaríamos falar da jumenta, né?

         Balaque enviou a ele mais príncipes e mais honrados para tentar persuadi-lo e ele diz: “Ainda que Balaque me desse a sua casa cheia de ouro eu não poderia traspassar o mandado do Senhor...” Contudo, pediu a eles para ficarem mais uma noite. Deus já não tinha dado sua posição?

           Deus fala com ele novamente e diz: “Vai com eles...”, mas o texto sagrado descreve que a ira divina acendeu-se, porque ele se ia; e o anjo do Senhor pôs-se lhe no caminho por adversário. Se Deus falou para ele ir, por que se irou? 

        Segundo o apóstolo Pedro, ele deixou o caminho direito e amou o prêmio da injustiça. Tinha o coração inclinado mais ao prêmio do que em obedecer.

           Profeta do Deus altíssimo, mas sem discernimento? Ter dons e ser profeta de Deus significa aprovação Dele? Não. 

      A jumenta dele viu o anjo com a espada desembainhada e desviou e tomou uma surra, apertou-se contra a parede e tornou a apanhar e em outro lugar quando não podia mais desviar-se, deitou-se debaixo de Balaão e tornou a ser espancada.

      O animal fala e só assim o profeta entende que o caminho que ele estava tomando era contrário ao plano de Deus. Por que não voltar agora? Mas, prosseguiu e a bíblia diz que ele foi morto junto com os midianitas, os quais foram orientados por ele e introduziram mulheres estranhas e fizeram o povo pecar no caso conhecido como “negócio de Peor”.


      Precisamos militar legitimamente para sermos coroado? Sim. Então, como estamos militando?

Nenhum comentário:

Postar um comentário