quinta-feira, 7 de julho de 2011

“O fogo arderá continuamente sobre o altar, não se apagará.”


No texto do livro de Levítico, no capítulo 6 e versículo 13, temos a referência a esse título e cabe aí uma pergunta muito rotineira principalmente no meio tido como pentecostal: tem fogo aí, irmão? Sim e de acordo com a Palavra de Deus sempre haverá no altar de Deus.

Mas, vamos alterar um pouco a pergunta: você está no altar Dele? Alterou? Sim e muito.

O altar tem fogo, mas faltam vidas... Consagração, entrega, oferta, disponibilização, obediência, renúncia, provação – palavras envolvidas no assunto.

E o que acontece às pessoas que estão na posição? Uma das coisas é renúncia, pois o fogo consome. A vontade é Dele agora. Contudo, a Bíblia diz: “aquele que perder a sua vida por amor ao evangelho, achá-la-á”.

Estar na posição também significa provação. O fogo purifica, faz separação, pois tira as impurezas. Diz o Senhor: “eu provarei o meu povo como se purifica a prata e o ouro”. Certo, mas como isso acontece? É o ponto de fusão. O ouro precisa ser fundido para haver separação das escórias.   

“Não estranheis a ardente prova que vem sobre vós...” já nos orientou o apóstolo Pedro e o escritor aos Hebreus roga para que apresentemos o nosso corpo em sacrifício vivo a Deus.

“Eu vou passar pelo fogo outra vez...” alguns louvam a Deus, passando assim por mais um teste, continuamos na posição correta.

E o que sobra de uma vida ofertada no altar de Deus? Pó. Só isso? Entretanto para Eles, pó é muito, irmão. Para quem fez tudo do nada. Lembra? Imagine do pó o que Ele pode fazer!

Assunto encerrado? Não. As cinzas que sobram do altar são colocadas num lugar limpo. Por quê? Ele ajuntará os seus pozinhos lá no céu. O apóstolo João ouviu o número dos remidos, contudo quando olhou viu uma multidão que não se podia contar.

Tem um hino que diz: “vou estar lá, quando me chamar, vou estar lá...” Precisamos estar lá!

Outro: “tantos como a areia da praia, tantos como areia do mar...”Haja pó, hein!

Abraão verá com seus próprios olhos o cumprimento da promessa em relação à sua descendência!

Tem fogo aí, irmão?

Pois é...


Nenhum comentário:

Postar um comentário