domingo, 18 de junho de 2017

Vários conselhos práticos.

O sábio Salomão aconselha a termos temor ao entrar na casa de Deus. Evitar falar muito, ouvir mais e também a discernir os sonhos, pois nem todo sonho é uma mensagem divina.

Na multidão dos sonhos há vaidade e da muita ocupação vêm os sonhos, diz o pregador.

Entretanto, não devemos desprezá-los, pois a Palavra diz, no livro dos Números que “se entre vós houver profeta, eu o Senhor, em visão a ele me farei conhecer ou em sonhos falarei com ele” e o profeta Joel profetizou que com o derramar do Espírito sobre toda a carne, haveriam sonhos e visões, manifestação espiritual e o próprio apóstolo Pedro usou essa mensagem em seu discurso no dia de Pentecostes.

Paulo ao aconselhar a Timóteo a despertar o dom de Deus nele, dizendo que Ele não tinha nos dado espírito de temor, mas de fortaleza e moderação.

Desenvolver o dom dos sonhos é imperativo, contudo com sabedoria, moderação para evitarmos desvios e até mesmo interpretações nossas dos sonhos que o Altíssimo nos deu. Se o sonho é dEle, o significado juntamente deve ser dado unicamente por Ele? Sim e sempre.

Há o dom de sonhos, assim como, o dom de interpretar os sonhos.

Pois é...  


Nenhum comentário:

Postar um comentário